Avicultura deve ter investimento de cerca R$ 3,5 Milhões em Palmitinho

25/08/2017

 

 

Investimentos devem refletir em aumento de mais de 20% na produção de frangos

 

 

Fruto da soma de esforços entre produtores, Poder Público, instituições financeiras e empresas do setor, a Avicultura deve ter um investimento superior a R$ 3,5 Milhões em Palmitinho, ao longo do ano de 2017 até o Primeiro Semestre de 2018.

 

O número representa um aumento entre 20% e 25% na produção de aves com a ampliação de aviários ou a construção de novos modais, conforme relata o Secretário da Agricultura e Meio Ambiente, Elisandro da Silva. A expectativa é de construção de 6 a 8 modais, o que equivale a aumento superior a 250 Mil frangos.

 

O setor vem ganhando uma grande atenção nos últimos anos, tornando-se fundamental para a renda de dezenas de famílias do Município. Conforme o Setor de Tributos do Município de Palmitinho, somente em 2016, o volume de frangos comercializados correspondeu a 14,39% da produção do Município com um total de R$ 17.779,368,00, sendo produzidos 8.539.284,00 toneladas de frango nos 14 aviários existentes.

 

Os novos investimentos contam com a iniciativa dos produtores com o amparo de instituições financeiras e do Frigorífico Mais Frango, que garante a compra da produção no formato de integração. Conforme o Secretário Elisandro, o Setor vem recebendo atenção especial do Município com contrapartida nos investimentos, por meio de horas máquinas para obras de terraplanagens, melhoria de acessos e infraestrutura, além da participação dos agentes públicos nas negociações entre os produtores e a empresa parceira.

De acordo com o Prefeito Municipal, Luiz Carlos Panosso, o Município vem incentivando a criação de novos empreendimentos em vários setores. – A Avicultura, além de gerar renda para as famílias envolvidas na produção, irá garantir retornos futuros ao Município, possibilitando novos investimentos para a população. Além disso, estamos buscando incentivar novos empreendimentos no comércio, na indústria e nos mais diversos segmentos, sempre com a intenção de garantir o bem-estar dos palmitinhenses, relata.

 

Linha Zatti – Permanência de jovens no interior

A falta de uma renda familiar fixa é um dos fatores que afasta a juventude do campo, mas esta tendência não se confirma na propriedade de Jose Salvador Nunes (Zeca), na Linha Zatti, a cerca de 3km da cidade de Palmitinho.

 

Está é uma das propriedades em que a Avicultura vem dando fortes resultados. No local, atividade possibilitou que a jovem, Gabriela Trombetta Nunes, 23 anos, retornasse para o interior e juntamente com o marido e os pais, conseguisse a renda necessária para permanecer na propriedade. De acordo com a jovem, recentemente formada no Curso de Tecnologia em Agropecuária, a atividade vem dando bons resultados e a família já pensa em expandir a produção para os próximos anos.

 

Gabriela destaca que a formação universitária vem auxiliando muito no planejamento da propriedade que produz mais de 120 mil frangos de corte por ano. Além disso, a família da Gabriela, composta pelo companheiro, Gilberto Almeida de Souza, o Pai, Jose Salvador Nunes, e a mãe, Elaine Terezinha Nunes, se dividem nas tarefas da avicultura que se soma a outras atividades, como a gado leiteiro e atividades de subsistência.

 

Linha Lajeado Leão – Propriedade tem perspectivas de ampliar produção

 

Na Linha Lajeado Leão, o empreendimento do produtor, Renan Piaia, de 32 anos, conta atualmente com uma produção de 25 Mil frangos por lote, cerca de 150 mil no ano, em uma área construída de cerca de 2100m².

 

Conforme o produtor, a Avicultura é uma paixão antiga e tornou-se prioridade em 2017. Professor com formação em Educação Física, Piaia deixou a sala de aula e vem se dedicando exclusivamente a propriedade e já planeja ampliar a produção nos próximos meses.

- Uma das ações mais imediatas que pretendemos realizar é a climatização dos aviários, o que representaria um novo investimento, mas com perspectiva de aumento de mais de 4 mil frangos no mesmo espaço ocupado atualmente. Outra meta é a construção de um novo aviário com capacidade para abrigar mais 40 mil frangos por lote, aproximadamente, relata.  

 

Piaia destaca a paixão da família pela Avicultura e ressalta o apoio da esposa, Márcia da Silva, e dos pais Hélio e Sandra Piaia, que foram grandes incentivadores do investimento, salienta. – Hoje a avicultura é a nossa prioridade e nos sentimos bem quando estamos aqui, relata Piaia.

 

Maior produtor de suínos, busca fomentar outros setores

Conhecido como o maior produtor de suínos do estado, com um volume superior a R$ 85 Milhões em 2016, o Município de Palmitinho vem abrindo portas para novos setores. Além da avicultura, que é a menina dos olhos do momento, a bovinocultura do leite, e outras atividades, como a fruticultura, o artesanato e a produção de alimentos, também apresentam potencial de grandes avanços no futuro próximo.

 

Compartilhar no Facebook
Share on Twitter
Please reload

A reprodução de todo o conteúdo deste site é autorizada mediante indicação de fonte

Vitrine do Povo - CNPJ 33.306.787/0001-73