Produção leiteira em crise e investimentos em alta

29/08/2017

 

A produção leiteira enfrenta um momento difícil, com quedas consecutivas no preço do leite, mas o casal Cleberson da Rocha e Zeloi Moreira da Rocha vai na contramão das adversidades. Atualmente o casal têm em lactação 15 vacas produzindo cerca de 300 litros/dia, também conta com um plantel de 14 novilhas. Para 2018 o casal almeja estar com mais de 20 vacas em lactação, contando com a aquisição de novos animais.

 

Com o alto volume de chuvas em junho e posterior mais de 40 dias de seca, o custo de produção ficou mais alto, pois a pastagem da propriedade não se desenvolveu de forma correta e por isso a ração foi utilizada em maior quantidade, esse fator associado às consequentes quedas de preço e a comercialização do leite já industrializado que vem dos países vizinhos com preço mais baixo, fazem com que a renda diminua.

 

Segundo Cleberson mesmo com as adversidades ainda é rentável, pois a produção é familiar e não tem custo com funcionários. Apesar de hoje a base paga para o litro do leita esteja em torno de R$ 1,05 fatores como a quantidade e a qualidade do leite elevam um pouco o valor e o casal se orgulha pela qualidade do leite entregue à empresa.

 

O casal trabalha com gado leiteiro há mais de 8 anos, sempre investindo em equipamentos e sêmens de qualidade. Além disso conta com veterinários que visitam a propriedade constantemente, já que o gado leiteiro precisa de cuidados constantes.

 

Com otimismo o casal espera que o ano de 2018 seja mais produtivo, para isso o clima é fator crucial. “Com um clima bom o milho para silagem e as pastagens se desenvolvem bem e o custo de produção são menores”, destacou Cleberson. “ O preço pago pelo leite deve estabilizar em baixa nos próximos meses, mas isso não desanima”, completou a esposa.

Compartilhar no Facebook
Share on Twitter
Please reload

A reprodução de todo o conteúdo deste site é autorizada mediante indicação de fonte

Vitrine do Povo - CNPJ 33.306.787/0001-73