Dia do Trabalho: De sol a sol a árdua função dos trabalhadores da Construção Civil

01/05/2018

 

Comemorado neste dia 1º de Maio, o Dia do Trabalhador remete para a valorização das mais diversas profissões e dos profissionais que em suas mais variadas funções fazem andar a engrenagem do Mercado de Trabalho.
A data nos faz refletir sobre a importância das profissões, desde as mais humildes até as mais nobres, sendo que por de trás de cada uma existe seres humanos que buscam a satisfação de fazer o que gostam e de ter a renda que sustenta famílias e necessidades pessoais.
Dentro deste contexto, uma das atividades que melhor representa o esforço e o símbolo do trabalhador é Construção Civil, com solidificação de obras, o trabalho de sol a sol e o esforço redobrado por de trás de vigas, ferros e concretos.
Conforme a Secretaria da Indústria e Comércio de Palmitinho, o setor emprega formalmente cerca de 350 trabalhadores do Município, divididos em quase 50 empresas que atuam no Município e em diversas outras cidades do Estado e até mesmo de Santa Catarina.
Pioneiras no setor, as empresas da família Bonafe empregam ao menos 200 trabalhadores de forma direta. Conforme o Empresário, João Vianei Boanfe, as empresas atuam nas diversas áreas que contemplam a Construção Civil, sendo: Construtora e Incorporadora Palmitinho, Boa Fé Construções, Boa Fé Equipamentos, Boa Fé Multiblocos e Boa Fé Transportes.
De acordo com o Empresário, atualmente cerca de 30 equipes estão atuando em obras espalhadas em municípios de diversas regiões do RS e SC. O Empresário relata a importância da atividade para outros setores e para a sobrevivência de inúmeras famílias, “A Construção Civil é de fundamental importância na geração de empregos e oportunidades que sustentam dezenas de famílias palmitinhenses. Além disso, contribui de forma significativa para o comércio do Município, já que traz recursos de fora que acabam girando em nosso comércio”, destaca.
O trabalhador, Eloir Ninaus, destaca a gratificação que a profissão traz. “Trabalhar no sol não é fácil, mas chegando ao final da obra à gente se sente emocionado e orgulhoso pela conclusão do trabalho, destaca”. Ninaus trabalha na atividade a cerca de 12 anos, quando iniciou como servente e logo passou para a função de pedreiro. Atualmente ele coordena um dos grupos da empresa onde trabalha, sendo um dos exemplos dos inúmeros trabalhadores que a cada dia pegam pesado para concluir as tarefas e assim honrar uma das inúmeras profissões lembradas no Dia do Trabalhador.

Origem do Dia do Trabalhador
O Dia do Trabalho ou Dia do Trabalhador é comemorado anualmente em 1º de maio em diversos países do mundo.
A data representa o momento que os empregados e as empresas têm para refletir sobre as legislações trabalhistas, normas e demais regras de trabalho.
Nesta data também é homenageada a luta dos trabalhadores que reivindicaram por melhores condições trabalhistas. Graças à coragem e persistência desses trabalhadores, os direitos e benefícios atuais dos quais usufruímos foram conquistados.
Até meados do século XIX, os trabalhadores jamais pensaram em exigir seus direitos trabalhistas para seus patrões, apenas trabalhavam.
Mas, a partir de 1886, aconteceu uma manifestação de trabalhadores nas ruas de Chicago, para reivindicar a redução da jornada de trabalho (de 13 horas para 8 horas diárias), e nesse mesmo dia teve início uma greve geral nos Estados Unidos.
Os conflitos estadunidenses ficaram conhecidos como Revolta de Haymarket.
Três anos após as manifestações nos Estados Unidos (20 de junho de 1889, precisamente), foi convocado em Paris uma manifestação anual para reivindicação das horas de trabalho e foi programada para o dia 1º de Maio, como homenagem as lutas sindicais em Chicago.

No Brasil, o Dia do Trabalhador só foi reconhecido a partir de 1925, através de um decreto assinado pelo então presidente Artur Bernardes.
O dia é comemorado com manifestações convocadas pelas principais centrais sindicais do Brasil para reivindicar melhores condições de trabalho.

 

Compartilhar no Facebook
Share on Twitter
Please reload

A reprodução de todo o conteúdo deste site é autorizada mediante indicação de fonte

Vitrine do Povo - CNPJ 33.306.787/0001-73