Agronegócio em Destaque

Nogueira: a garantia de uma aposentadoria

 

Quando pensamos em aposentadoria sempre vem uma preocupação. Será um complemento de renda ou um recurso para sobreviver?

Aos poucos está surgindo em nossa região uma nova alternativa de renda.

Mas antes de falar sobre ela, gostaria de me reportar, sobre áreas de terras que hoje muitos agricultores arrendam para cultivar soja, milho e trigo. Esses arrendamentos estão  sendo feitos com um percentual sobre a  colheita. Então, podemos dizer que se o arrendatário colher bem renderá ao proprietário da terra um valor significativo.

Agora, chego ao assunto antes abordado.

Em entrevista realizada no Programa Vitrine Rural, pela Rádio L.A de Frederico Westphalen, com um empresário do setor de nozes, surge à possibilidade de uma nova alternativa de plantio e renda para a nossa região. A família possui sua agroindústria de transformação, na região da Serra Gaúcha, a qual possui uma grande demanda, industrializando aproximadamente 150 toneladas de nozes ao ano, apesar de ser um grande número, ainda não possui o suficiente para atender o mercado, sem contar com a possibilidade de exportação.

A empresa se compromete em comprar toda a produção e oferecer as mudas, totalmente adaptadas a nossa região, oferecendo também toda a assistência técnica necessária para o seu cultivo. A grande vantagem é que as mesmas não precisam de cuidados especiais após o plantio, pois já possuem aproximadamente dois anos de cultivo, sendo extremamente rentável, pois a venda pode chegar de R$ 10 a 12 ao quilo.

Sabemos que o plantio da nogueira requer certo tempo, aproximadamente seis a oito anos para iniciar a produção, podendo chegar até cinco toneladas por hectare. Cabe ressaltar que a nogueira se adapta apenas nos três estados do Sul do Brasil: Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná e a nossa região é uma das mais propícias a esse cultivo.  

Uma contribuição relevante ao cultivo da nogueira é que devido o seu espaçamento entre as mudas, o agricultor poderá intercalar outro produto neste mesmo espaço, ou seja, consorciar. Podemos citar alguns exemplos bem sucedidos, como: nogueira e criação de ovelhas, erva mate, bovino cultura de leite e também o cultivo da laranja, entre outros.

            A busca por alternativas que possam auxiliar o produtor a manter – se no meio rural trás uma expectativa positiva de um bom rendimento por hectare e posteriormente, uma ótima aposentadoria.

 

Compartilhar no Facebook
Share on Twitter
Please reload

A reprodução de todo o conteúdo deste site é autorizada mediante indicação de fonte

Vitrine do Povo - CNPJ 33.306.787/0001-73