DP de Palmitinho registra cerca de 1.200 ocorrências em 2018

17/08/2019

Os casos de furto simples aliados a registros de violência doméstica contra a mulher(ameaça e lesão corporal) são as ocorrências mais frequentes registradas na Delegacia de Polícia do Município(DP).

 

Os números informados pela DP são referentes ao ano de 2018, quando foram registradas cerca de 1.200 ocorrências, sendo instaurados aproximadamente 250 procedimentos criminais. A DP atende aos municípios de Palmitinho e Pinheirinho do Vale. Os números do ano de 2019 só serão conhecidos no início do próximo ano, mas conforme a Escrivã de Polícia, Carla Naíne Martins, as ocorrências mais frequentes continuam sendo de furtos e violência doméstica.

 

Em termos gerais, o número de ocorrências tem aumentado a cada ano, conforme a DP.  Apesar de ocupar o primeiro lugar no ranking, os casos de furto apresentaram redução de 8,2% em relação ao ano anterior, e a maioria dos registros tratam-se de furtos simples, conforme o Mapa da Segurança, do Ministério Público Estadual.

Os dados trazem também uma radiografia completa das demais ocorrências atendidas no Município, sendo que os maiores aumentos ocorreram em relação à posse de entorpecentes e a violência no trânsito, que engloba os casos de acidentes de trânsito, entrega de direção à pessoa não habilitada e dirigir sem a Carteira Nacional de Habilitação(CNH). Também são frequentes os registros de posse ilegal de arma de fogo e outras ocorrências em menor escala, como casos de estelionato, abigeato, ameaça e lesão corporal, entre outras.

 

Apesar do número significativo de ocorrências, conforme o Mapa da Segurança, Palmitinho está entre os municípios com menos ocorrências de crimes violentos por mil habitantes, ocupando a posição 428º no Estado.

 

Ocorrências de crime contra a mulher têm sido frequentes

Se no ranking da das ocorrências por crimes violentos Palmitinho está na posição 428º, na classificação das ocorrências de crimes contra a mulher, o Município está na posição 114º, por mil habitantes.

 

No ranking do Rio Grande do Sul, no calculo realizado a cada mil habitantes, Palmitinho aparece na posição 114º, com 5,67 casos para cada mil habitantes. A lista é encabeçada pelo município de Iraí, com 11,17 casos por mil.

 

Os registros de violência contra a mulher, principalmente em casos de ameaças, tem sido frequentes.  Em 2018, somente em ocorrências criminais, foram 40 casos, conforme o Mapa da Violência. Após 53 ocorrências em serem atendidas em 2016, o número caiu para 39 em 2017 e chegou a 40 em 2018. A maioria dos registros são relativos à ameaça(37 registros). Outros 7 casos são de lesão corporal. O Município não apresentou nenhum caso confirmado de feminicídio e de estupro em 2018.

Conforme a Escrivã da Polícia Civil de Palmitinho, Carla Naíne Martins, “existem muitos casos que não aparecem nos números oficiais, pois as vítimas acabam por não fazer o registro por medo de sofrerem algum tipo de represália”, relata.

 

 

 

Foto: Dejair de Castro

Compartilhar no Facebook
Share on Twitter
Please reload

A reprodução de todo o conteúdo deste site é autorizada mediante indicação de fonte

Vitrine do Povo - CNPJ 33.306.787/0001-73