Palmitinho: 54 anos de progresso e desafios

Emancipado em 22 de maio de 1966, o Município de Palmitinho completa 54 anos de Emancipação Política Administrativa com grandes desafios em meio à crise econômica e de saúde gerada pela pandemia de Covid-19, mas com grandes perspectivas em relação a obras históricas que podem tornar-se reais ao longo do novo ano de existência.


O período dos 54 anos, iniciado em 22, pode ficar na história com a realização de obras marcantes: a inauguração do Novo Salão Paroquial, a Remodelação do Largo da Praça e principalmente as obras da ERS-528, uma demanda histórica esperada a mais de 20 anos. Responsável pelo escoamento de boa parte da produção do Município, a obra poderá receber seus primeiros metros de asfalto nos próximos meses.


Conhecido pela hospitalidade e empreendedorismo do seu povo, Palmitinho é lembrado pelas suas belezas naturais e pelas potencialidades, sendo a principal delas, o destaque como a capital regional da suinocultura e o posto de segundo maior produtor de suínos do Rio Grande do Sul.


Colonizado por migrantes italianos e luso-brasileiros no ano de 1926, a emancipação ocorreu somente no ano de 1966, quando um grupo de pessoas criou a Comissão Emancipacionista que culminou com a separação da então Vila de Palmitinho de Frederico Westphalen. Com a economia baseada na agricultura, comércio e serviços, o Município é conhecido regionalmente como a Capital da Suinocultura, mas também se destaca na produção de aves e na bovinocultura do leite.


Palmitinho também é conhecido pela hospitalidade de seus moradores e lembrado por seus destaques turísticos, sendo uma das cidades que mais possuem pontos turísticos: o Largo da Praça, a Igreja Matriz e o Rio Guarita, que banha o Município com destino ao Rio Uruguai.


Tradicionalmente se comemora o aniversário do Município com a festa popular e o bolo comemorativo, além das conhecidas feiras que buscam divulgar as potencialidades para a região e para visitantes de vários outros lugares. Porém, conforme o Prefeito Municipal Caetano Albarello, neste ano não haverá comemorações devido a proibição de aglomerações e também a necessidade de contenção de despesas em meio à crise gerada pela pandemia do Covid-19.


O VP presta homenagem aos 54 anos de Palmitinho com uma foto área que mostrando a beleza de nossa cidade, com a linda vista da Igreja Matriz, a Praça da Matriz, as obras do Salão Paroquial e ao fundo o nosso Largo da Praça.




Fotos: Yasmin Brinquedos/Colaboração

A reprodução de todo o conteúdo deste site é autorizada mediante indicação de fonte

Vitrine do Povo - CNPJ 33.306.787/0001-73