Governo deve liberar novo pagamento do FGTS em junho

04/06/2020

No início de abril, o governo federal emitiu uma medida provisória autorizando a retirada de R$ 1.045 reais do FGTS devido à pandemia do novo coronavírus. Esta nova modalidade será lançada dentro de alguns dias, a partir de 15 de junho.

 

O objetivo da medida é amenizar os impactos que a pandemia de coronavírus vem causando no bolso do trabalhador, injetando R$ 36,2 bilhões na economia do país.

 

Como vai funcionar o saque?

Através da Medida Provisória de n° 946/2020 de 7 de abril de 2020, decidiu liberar novos saques de contas ativas e inativas do FGTS. O valor poderá chegar até R$ 1.045 por trabalhador.

 

Sendo que, qualquer pessoa que possuir saldo nas contas ativas ou inativas do FGTS poderá sacar o dinheiro. A previsão de início de saque é para 15 de junho, terminando em 31 de dezembro de 2020.

 

Quem irá definir os critérios do cronograma de saques, será a Caixa Econômica Federal (CEF) que é responsável pelos repasses do FGTS. Está previsto para daqui alguns dias a liberação das datas.

 

Não quero sacar o FGTS, sou obrigado a receber o dinheiro?

Quem tem poupança na Caixa precisa informar o banco sobre a sua decisão, pois o dinheiro cai automaticamente na conta. O prazo é até 30 de agosto. Quem não é cliente da estatal e não quiser receber o dinheiro, é só não sacar que ele volta para o fundo de garantia sem nenhuma perda.

Compartilhar no Facebook
Share on Twitter
Please reload

A reprodução de todo o conteúdo deste site é autorizada mediante indicação de fonte

Vitrine do Povo - CNPJ 33.306.787/0001-73