Partidos se preparam para as Eleições Municipais em Palmitinho

04/07/2020

Faltando pouco mais de cinco meses para a realização das Eleições Municipais, os partidos políticos de Palmitinho já se movimentam em busca de alianças visando à disputa para o Executivo e o Legislativo.

 

Durante as últimas semanas os Presidentes das legendas com representação na Câmara Municipal de Vereadores participaram de roteiro de entrevista promovido pelo Departamento de Jornalismo da Rádio Cultura FM, e o indicativo dos líderes é de que deve haver disputa para definir os novos mandatários.

 

Entre as principais frentes estão candidaturas ligadas aos partidos mais tradicionais, como o PDT, PP, PT e MDB, mas partidos mais jovens no município também ensaiam candidaturas, como é o caso do PSB e o PTB. Segundo os presidentes, reuniões já vêm ocorrendo em busca de alianças para chapa majoritária e também em busca de preparar nominatas de vereadores, tendo em vista que a lei eleitoral não permite mais coligações para a disputa da Câmara Municipal.

 

Entre os principais nomes suscitados pelas lideranças durante as entrevistas estão o do atual Prefeito Caetano Albarello(pré-candidato do PDT), o Ex-Vereador e Secretário Municipal da Educação nos últimos anos, Andre Francisco Zancan(pré-candidato do PP), o Ex-Prefeito João Vianei Bonafé(MDB) e o Vereador e líder Sindical Deonir Sarmento, recentemente filiado ao PSB. Também surge como prováveis em uma composição a chapa majoritária o Ex-Vereador e Secretário Municipal da Agricultura Elisandro da Silva(PT) e o atual Presidente do PTB Volteres Pereira, candidato derrotado na última disputa municipal.

 

De acordo com os presidentes, vários outros nomes podem surgir em eventuais composições, o que só deve ser definido após uma série de reuniões que devem ocorrer ao longo das próximas semanas.

 

Adiamento das Eleições é confirmado

Na última semana foi confirmado o adiamento da data das Eleições Municipais, previstas inicialmente para ocorrer em 4 de outubro. Após amplo debate que contou com a participação de profissionais da saúde, do Tribunal Superior Eleitoral, da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, uma emenda a constituição tramita no Congresso propondo que as eleições sejam realizadas no dia 15 de novembro e no dia 29 de novembro, nas cidades onde ocorrer disputas em segundo turno. A proposta depende de aprovação em dois turnos na Câmara dos Depuatdos.

 

A mudança ocorreu devido ao agravamento da pandemia de Covid-19 no Brasil, pois na avaliação da maioria dos especialistas o pico da pandemia no país ainda não chegou, mesmo que alguns estados já tenham apresentado reduções nas taxas de contágio.

 

Apesar do adiamento, o fato de as eleições continuarem previstas para este ano garante que o período dos atuais mandatos e a data da posse dos eleitos permaneçam inalterados. Prefeito, vice-prefeito e vereadores eleitos têm mandato de quatro anos e tomam posse em 1º de janeiro de 2021.

 

 

 

Foto: Dejair de Castro

Compartilhar no Facebook
Share on Twitter
Please reload

A reprodução de todo o conteúdo deste site é autorizada mediante indicação de fonte

Vitrine do Povo - CNPJ 33.306.787/0001-73