AGRONEGÓCIO EM DESTAQUE: Volta da chuva renova ânimo na agricultura

Iniciamos o mês de março com o ânimo renovado, após retorno de boas precipitações pluviométricas em nosso município e região. Depois de um período de vários meses sem chuvas expressivas, as chuvas que caíram melhoram as condições das pastagens perenes e anuais de verão e o fornecimento de água para os animais, fato que vinha preocupando muito os produtores de leite, de bovinos de corte, suínos e aves.


Apesar das precipitações registradas, sabemos que necessitamos ainda de muita chuva para retornar ao normal os níveis de açudes, rios e nascentes. Mesmo com a chuva, na cultura da soja, principalmente a cultivada no cedo entre outubro e novembro, houve grande perda de produtividade, com muitas lavouras sendo inviabilizadas para realização da colheita. Devido a isso, houve várias solicitações de Proagros e muitas lavouras foram liberadas, para que o produtor pudesse introduzir outra cultura como: milho, feijão e sorgo.


A cultura do milho segunda safra vem se recuperando e muitas lavouras em bom desenvolvimento, mas o que vem preocupando é o grande ataque de pragas como cigarrinha, lagartas e percevejos, o que exige do produtor um monitoramento constante da lavoura e que as aplicações de inseticidas sejam feitas de forma correta. Também alertamos que procure observar sempre a mudança do principio ativo do defensivo, tendo em vista que a repetição do mesmo por varias vezes pode ocasionar a resistência por parte dos insetos a determinado produto, por isso alerto os produtores a realizar este manejo.


Para os produtores que possuem áreas livres para cultivo, agora já é o momento de ir planejando o plantio de culturas de inverno. Devido a baixa produção de silagem da safra de milho, os estoques de alimento ensilado para os bovinos estão bem limitados, o que veem obrigando os produtores a pensarem em alternativas para silagem de culturas de inverno, que podem ser ótimas opções e de bom rendimento e qualidade, destaco a silagem de trigo, silagem de triticale e aveia branca.


Destacamos que aqui no município teremos uma unidade de referencia em cultivo de triticale para silagem, em uma parceria com a Embrapa, no produtor Luiz Carlos Gazzana, na Linha Cladeirão, onde estaremos implantando dois hectares de triticale, com acompanhamento desde o plantio até a colheita, está parcela servirá também para estarmos realizando uma tarde de campo a fim de difundir o cultivo de triticale na nossa região. Salientamos que esta cultura ter bons níveis de proteínas e diversos aminoácidos que superam a da silagem de milho, vale ressaltar que no último ano vários produtores realizaram silagem de trigo e tiveram satisfeitos com os resultados apresentados na prática. Para produtores que necessitam de mais informações a Emater municipal sempre está sempre disposição para tirar as dúvidas e se necessário acompanhar o cultivo da sua lavoura.


Até a próxima edição