Brigada Militar forma 141 novos capitães para atuar no RS


A Brigada Militar (BM) realizou, na manhã deste sábado (09), a cerimônia de formatura de 141 novos capitães da sua corporação. A inclusão dessa turma de capitães, formada no Curso Superior de Polícia Militar, é parte do processo de reposição de efetivo da Brigada Militar, fundamental para assegurar a adequada prestação do serviço essencial de proteção da sociedade pelas forças de segurança do Estado.


No processo de formação dos cadetes, que iniciaram o curso em 12 de abril de 2021, estavam previstas 59 disciplinas, tais como técnicas de policiamento, defesa pessoal, saúde física policial militar, direito penal militar e processo penal militar, estágio administrativo e operacional, dentre outras que completam a carga horária de três ciclos de formação, em um total 2.425 horas-aulas.


As atividades curriculares dos novos oficiais foram complementadas por eventos que buscaram contribuir com suas formações. O período de adaptação à vida policial militar contou com o emprego contínuo no policiamento ostensivo, guardas de honra, palestras, atividades de campanha e ações de responsabilidade social (como mutirões de doação de sangue, campanhas beneficentes e atividades junto ao público de comunidades em vulnerabilidade). Além disso, jogos internos do corpo de alunos foram atividades que completaram a formação dos futuros capitães.


Integram a turma 26 mulheres, um percentual de 18% do total de cadetes formandos. Ainda, cerca de 40% do efetivo dos novos capitães já pertencia aos quadros da BM em outros postos e graduações (soldados, sargentos e tenentes). “Mostramos que somos um grupo forte, qualificado, resiliente e heterogêneo. Temos 25 pessoas que são de outros estados. Todos com um objetivo comum, que é liderar pelo exemplo, com retidão e boa conduta”, disse o orador da turma, capitão Edir Ávila.


O evento na Academia de Polícia Militar, em Porto Alegre, contou com presença do governador Ranolfo Vieira Júnior, que entregou uma medalha para o agora capitão Nader Mussa, primeiro colocado da turma. “Esse grupo representa o futuro da Brigada Militar, uma instituição respeitada pelos gaúchos e com uma história que se confunde com a do Estado. A formação dos novos capitães foi longa e qualificada. Em poucos dias, eles estarão nas ruas e, certamente, vão contribuir para reforçar a Segurança Pública no RS”, afirmou Ranolfo.


O secretário da Segurança Pública, Vanius Cesar Santarosa, paraninfo da turma, contou um pouco da sua história na BM e deixou um recado aos novos oficiais. “Em 1990, me formei também como capitão e sei da responsabilidade que essa função carrega. Atendam a população como vocês gostariam de ser atendidos”, disse.


Durante o evento, os cadetes devolveram à Academia de Polícia Militar os Espadins Tiradentes, artefato que os acompanhou durante todo o período de formação e que, agora, será substituído pela espada, símbolo do oficialato da Brigada Militar, entregue no ato solene por suas madrinhas e padrinhos. “Fazer parte da BM é muito mais que um compromisso profissional. Estamos falando de pessoas que doam suas vidas pela comunidade. Todos os formandos já estão aptos para exercer suas tarefas nas ruas. Essa conclusão de curso também representa uma necessária renovação do efetivo”, afirmou o Comandante-Geral da BM, Claudio dos Santos Feoli.







Fonte: Portal RS

Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini