Carreata da Enfermagem pede aprovação de PL do Piso Salarial


Profissionais de Enfermagem dos municípios de Palmitinho, Pinheirinho do Vale, Taquaruçu do Sul e Vista Alegre, promoveram uma carreata pedindo a aprovação do Projeto de Lei nº 2564 de 2020 (PL 2564/2020), que estabelece o piso salarial para a categoria.


A ação realizada na tarde desta quinta-feira(20) objetivou chamar a atenção de lideranças e da comunidade sobre a importância da valorização da categoria que vem atuando na linha de frente do combate a pandemia.


O evento reuniu enfermeiros, técnicos de enfermagem e demais profissionais da área, além de lideranças dos municípios e a população adepta ao piso salarial. Segundo a técnica em Enfermagem do Hospital Santa Terezinha de Palmitinho, Taila Cauduro, o ato mostra a união da categoria em prol de uma demanda buscada a mais de 20 anos. - Estamos unidos em busca de nossos direitos como profissionais da categoria, queremos a valorização dos profissionais de enfermagem e exigimos a aprovação da PL 2564, que trata-se do piso salarial nacional dos profissionais da enfermagem e da carga horária de 30 horas semanais, estamos lutando por esses direitos há mais de 20 anos. Queremos menos aplausos e mais valorização, destaca a profissional.


A carreata iniciou, às 15 horas, em frente ao Posto de Saúde de Palmitinho, percorrendo as principais ruas da cidade. No trajeto os profissionais receberam o apoio de populares e do comércio local.


O PL da Enfermagem

O PL 2564/2020 propõe o piso salarial de R$ 7.315,00 para enfermeiros, R$ 5.120,00 para técnicos, e R$ 3.657,00 para auxiliares de Enfermagem. Há uma consulta pública em aberto, no site do senado, que já conta com quase 500 mil votos favoráveis.


Atualmente um enfermeiro-chefe ganha um piso médio de R$ 3.140. Já um técnico de enfermagem ganha em média R$ 1.758,22 no mercado de trabalho brasileiro para uma jornada de trabalho de 38 horas semanais.



Foto: Dejair de Castro