top of page

Colheita das culturas de verão avança no Rio Grande do Sul



Abril chega ao Rio Grande do Sul com previsões meteorológicas que apontam para um cenário de chuvas abaixo do esperado e temperaturas acima da média histórica para o período, segundo dados fornecidos pela Climatempo e pelo Instituto Brasileiro de Meteorologia (Inmet).


A primeira semana do mês já se inicia com instabilidade e alerta para temporais em algumas regiões do estado, especialmente no Norte, Sul e na fronteira com a Argentina, onde são previstos volumes de chuva acima da média. O Instituto alerta para possíveis impactos na agricultura, especialmente em áreas onde os cultivos estão em estágios de maior necessidade hídrica.


O El Niño, fenômeno que influencia o clima global, deve começar a perder força ao longo do mês de abril, culminando em sua neutralidade em maio e a chegada do La Niña no inverno.


Apesar das chuvas abaixo do esperado, espera-se que o estado registre temperaturas médias acima do normal para abril. A tendência aponta para períodos de calor intenso, com máximas podendo chegar até 36ºC em algumas áreas da metade norte do estado. Esses episódios de calor podem ser mais frequentes na primeira quinzena do mês, com picos de calor também na segunda quinzena.


A previsão indica ainda a chegada de três a quatro massas de ar frio ao Rio Grande do Sul ao longo do mês, principalmente na segunda metade. Duas dessas massas de ar tendem a ter intensidade maior, o que resultará em manhãs e noites mais frias, com as regiões da Campanha e da Serra sendo as mais afetadas.









Fonte: Jornal ProvÏncia

Foto: Reprodução/Web







Comments


bottom of page