Comissão da Assembleia aprova PL que denomina nome para a ERS-528


O trecho compreende, ao todo, 18 quilômetros de extensão. Foram 11 votos favoráveis e nenhum contrário ao parecer emitido pelo relator, o deputado Pepe Vargas (PT). A proposição ainda deve ser apreciada em plenário.


“Agradeço aos colegas que votaram por unanimidade para que possamos fazer essa homenagem ao nosso querido Lisca, ex-prefeito de Palmitinho, que foi um grande líder e referência para toda a região e um incansável batalhador pelo desenvolvimento do município”, destacou Brum.


Nascido em 7 de março de 1958, em Frederico Westphalen, Panosso sempre esteve comprometido com a história política e social de Palmitinho, cidade que adotou para morar e trabalhar até a sua morte, ocorrida em 12 de abril deste ano.


Em 83, casou-se com Cleusa Terezinha Bonafe Panosso, com quem teve três filhos: Tobias, Isabel e Laura. Lisca foi um dos empresários mais bem-sucedidos do município, atuando nos ramos de comércio, indústria, serviços, agricultura. O instinto empreendedor surgiu ainda aos 9 anos, quando perdeu o pai, e começou a trabalhar com a venda de produtos alimentícios na rodoviária de Frederico Westphalen para ajudar no sustento de sua família.


Aos 14 anos, se tornou auxiliar em um escritório de contabilidade, também em Frederico, onde ficou até os 18 anos, quando então se mudou para Pinheirinho do Vale. Na cidade, também trabalhou em escritório de contabilidade.


Em 79, chegou a Palmitinho, onde comprou o seu próprio escritório de contabilidade, que funciona até hoje. Os empreendimentos de Lisca eram do ramo de confecções, construção civil e imobiliário, com atuação em diversos municípios não só do Estado, como também em Santa Catarina, gerando centenas de empregos diretos e indiretos.

Participou ainda da criação e desenvolvimento de diversas obras e entidades, tais como CTG´s, hospital, Igreja Matriz Santa Teresinha, assim como em capelas de comunidades do interior e associações existentes no município, inclusive auxiliando em suas gestões.


A sua forma atuante e comprometida com o desenvolvimento de Palmitinho fez com que fosse eleito prefeito por duas gestões consecutivas, em 2012 e 2016, quando renunciou em favor do vice-prefeito. Em sua gestão, implantou o Projeto Social “Prato Cheio”, que beneficia pessoas portadoras de necessidades especiais e sem mobilidade.


Fonte: Imprensa/AL

A reprodução de todo o conteúdo deste site é autorizada mediante indicação de fonte

Vitrine do Povo - CNPJ 33.306.787/0001-73