top of page

Decreto que estimula compra de leite entra em vigor e reanima setor lácteo




As exportações de carne de frango do Brasil, maior exportador mundial, encerraram 2023 com recordes de 5,138 milhões de toneladas, alta de 6,6% em relação a 2022, sinalizando tendência positiva para 2024, afirmou a ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal).


O número, que inclui todos os produtos, entre in natura e processados, confirmou as projeções traçadas pela associação para o ano, com o país avançando nos embarques já que segue livre de gripe aviária em granjas comerciais, algo que tem acometido outras nações.


Em receita, o crescimento dos embarques em 2023 foi menor em meio a preços mais baixos, de apenas 0,4% na comparação com 2022, mas suficiente para um novo recorde de 9,796 bilhões de dólares em 12 meses.


“Apesar dos desafios do ano, incluindo um cenário com variações acentuadas de mercados e de custos de produção, o resultado é altamente positivo e confirma as projeções traçadas pela ABPA para o ano, ao mesmo tempo em que indica a tendência de exportações que deveremos observar ao longo de 2024”, disse o presidente da ABPA, Ricardo Santin, em nota.


Ele lembrou que o Brasil teve em 2023 o primeiro foco de Influenza Aviária em aves silvestres, o que não afeta o status de livre de gripe aviária do país — conforme as regras da Organização Mundial de Saúde Animal, isso acontece quando surtos ocorrem em granjas comerciais.


Ele destacou que, pela primeira vez, o Brasil superou a marca de 5 milhões de toneladas exportadas em um ano. Dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), divulgados na sexta-feira, já tinham sinalizado o recorde anual. As melhores marcas anteriores tinham sido obtidas em 2022.


– Neste contexto, as boas notícias divulgadas no fim de 2023 trazem expectativas de movimento sustentado nas vendas internacionais, seja em relação a mercados consolidados ou mesmo com a abertura de novos –, comentou.


O desempenho do ano foi consolidado com o resultado alcançado em dezembro, quando o país exportou 467,2 mil toneladas de carne de frango no período, número 20,9% superior ao registrado no décimo segundo mês de 2022.


Dezembro marcou o segundo maior volume embarcado em um único mês na história do setor, superado apenas pelas 514,6 mil toneladas exportadas no mês de março de 2023.


A receita gerada pelas exportações de dezembro totalizaram 818,9 milhões, número 4,3% maior que no mesmo período de 2022.


Em dezembro, o Japão assumiu a liderança como principal destino das exportações de carne de frango do Brasil, com 55,9 mil toneladas importadas, volume 53,9% maior que o total registrado no mesmo período de 2022.


Em segundo lugar, a China importou 50,3 mil toneladas (+8,5%), seguida por Emirados Árabes Unidos, com 44,3 mil toneladas (+27%), Arábia Saudita, com 39,5 mil toneladas (+56,3%) e África do Sul, com 31,2 mil toneladas (+10,8%).








Fonte: Correio do Povo

Fotos: Arquivo/VP

Commentaires


bottom of page