top of page

Erva-mate pode se tornar patrimônio cultural imaterial do RS


O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (Iphae) apresentou, na última sexta-feira, o parecer técnico que busca transformar o sistema ambiental e sociocultural de práticas tradicionais da erva-mate em patrimônio cultural imaterial do Rio Grande do Sul. O documento agora será apreciado pela Câmara Temática do Patrimônio Cultural Imaterial (CTPCI).


“A erva-mate é reconhecida como árvore símbolo do Rio Grande do Sul, ao mesmo tempo em que se constitui historicamente um bem cultural que possui um circuito de produção, circulação e reprodução para além da esfera estadual”, disse o diretor do Iphae, Renato Savoldi, em nota.


Segundo Savoldi, o conceito de patrimônio cultural imaterial envolve bens que fazem referência à identidade, à ação e à memória de grupos sociais e étnicos. Também estão em curso para esse tipo de registro processos como a produção artesanal do queijo serrano e o modo de fazer artesanato com a palha de butiá da região de Torres.






Fonte: Correio do Povo

Foto: Dejair de Castro/VP

Comments


bottom of page