Expansão da suinocultura é tema de reunião entre Administração e JBS/Seberi


O panorama atual e o projeto de expansão da suinocultura esteve na pauta do encontro entre a Administração Municipal de Palmitinho e de representantes do Frigorífico JBS de Seberi, na última sexta-feira(20).


Na ocasião, os dirigentes da empresa, liderados pelo Gerente Agropecuário Wagner Rugeri, foram recebidos pelo Vice-Prefeito Municipal, Elisandro da Silva, e por um grupo de Secretários e Servidores do Município, em reunião realizada no Auditório da Secretaria Municipal de Educação e Cultura.


Durante o encontro os representantes da empresa apresentaram o projeto de expansão da Unidade de Seberi e o desejo de ampliar a parceria com o município, através da abertura de novas granjas. Por sua vez, a Administração Municipal apresentou interesse em apoiar novos empreendimentos no município, tendo em vista a importância da atividade. Ao longo do encontro foi detalhado aos dirigentes os números atuais da suinocultura em Palmitinho, bem como o projeto de expansão que prevê o aumento de alojamento de mais 30 mil suínos até 2023.


Conforme o Vice-Prefeito Elisandro, a suinocultura tem dado grandes contribuições a economia do município e a expansão da atividade é o desejo da Administração Municipal. – Hoje temos quase 100 produtores na atividade, o que torna o município uma referência estadual na suinocultura. Cada vez mais estamos procurando estreitar a parceria com as empresas integradoras, tendo em vista a importância desta atividade para a economia do nosso município, e para a geração de emprego e renda para inúmeras famílias, salientou.


A expansão da unidade de Seberi abre a possibilidade de Palmitinho receber novos empreendimentos no setor. Porém, a construção de novas granjas depende de uma série de fatores que envolvem a responsabilidade ambiental, a disponibilidade de água e a localização dos futuros empreendimentos. Diante disso, o município já possuí ao menos duas leis que regulamentam o setor e através da Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente, vem analisando os potenciais novos empreendimentos.


No último ano, Palmitinho possuía 96 produtores com um total de 171 pocilgas, alojando 228.275 milhões de suínos em três sistemas de produção. Esses números tornaram o município o maior em alojamento de suínos do estado, gerando um valor agregado de mais de R$ 240 milhões ao município. O valor corresponde a 71,47% da atividade primária de 2021.



Fotos: Divulgação/Ascom