top of page

Instituto Nacional de Meteorologia emite alerta para fortes chuvas em 23 Estados


O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) prevê acumulados de chuva significativos em grande parte do País até segunda-feira (05). O órgão, ligado ao Ministério da Agricultura, emitiu alertas para 23 Estados, entre eles o Rio Grande do Sul.


Seguindo uma escala de risco, houve a atribuição de alerta vermelho (chuvas, riscos de grandes alagamentos, transbordamentos de rios e deslizamentos de encostas) em cinco Estados e alerta laranja (corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas) em 18 Estados.


Alerta vermelho

Os Estados com alerta vermelho são: Paraná, Maranhão, Rio Grande do Sul, Tocantins e Santa Catarina. Nesses locais, nos próximos dias, há a possibilidade de chuvas superiores a 60 mm/h ou acima de 100 mm/dia.

O maior risco se concentra em áreas onde há rios, que podem transbordar, e encostas, que estão sob risco de desabamento, conforme o Inmet.


Alerta laranja

Dezoito Estados estão sob alerta laranja: Amazonas, Maranhão, Minas Gerais, Alagoas, Rio de Janeiro, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Rondônia, Roraima, Sergipe, Ceará, Goiás, Paraíba, Piauí e Tocantins.


O alerta laranja é emitido quando há previsão de chuvas entre 30 e 60 milímetros por hora ou 50 e 100 milímetros por dia. Cada milímetro de chuva corresponde a um litro despejado em uma área de 1 metro quadrado.


RS

Segundo a Metsul Meteorologia, “dados de modelos numéricos mostram chuva mais abrangente no Rio Grande do Sul nos próximos dias pelo aumento da umidade e a manutenção do ar quente no Estado. Com isso, pancadas de chuva típicas de verão, por natureza breves e isoladas que se alternam com sol, devem ser frequentes em Porto Alegre e muitas cidades ao menos até o começo da próxima semana, sobretudo durante a tarde, após horas de sol e nuvens”.


Conforme a Metsul, deve chover mais em parte da Metade Norte do RS. Em algumas localidades, é possível que não chova ou chova minimamente nos próximos dias, tal o nível de irregularidade da chuva que se prevê.






Fonte: O Sul

Foto: Divulgação/Web


Comments


bottom of page