top of page

Ministro anuncia prorrogação de dívidas de produtores gaúchos


Em reunião virtual com a Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), o ministro da Agricultura e Pecuária (Mapa), Carlos Fávaro, junto com integrantes do Ministério da Fazenda, anunciou medidas do governo federal em benefício de produtores rurais atingidos pelas chuvas e enchentes no Estado. As iniciativas contemplam prorrogação de vencimentos bancários de crédito rural e abertura de linha de crédito de R$ 4 milhões por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp). O crédito emergencial deverá ter juro reduzido e carência de três anos. As medidas constituem uma resposta a solicitações apresentadas pela Farsul ao Mapa, na última terça-feira, dia 7.


A prorrogação dos vencimentos deverá ser examinada pelo Conselho Monetário Nacional nesta sexta-feira ou, mais tardar, até segunda-feira, dia 13. De acordo com a proposta, as parcelas com pagamento previsto entre o dia 1º de maio e 14 de agosto terão prazo estendido até o dia 15 de agosto, o que representa uma prorrogação de até 101 dias, nos cálculos da Fazenda. A medida deverá ser complementada por solução de caráter “mais definitivo”, de acordo com técnicos da pasta.


Fávaro também anunciou haver conversado com o titular da Fazenda, Fernando Haddad, para o estabelecimento de um fundo garantidor às operações de crédito a serem concedidas em auxílio ao agronegócio gaúcho. Fávaro salientou que ação semelhante foi divulgada por Haddad beneficiando empresas do RS. Seguro rural foi outro tema abordado pelo ministro da Agricultura, com um projeto de crédito de R$ 500 milhões para o setor, “específico para o Rio Grande do Sul”. Finalmente, Fávaro assegurou que a eventual importação de arroz, cogitada pelo governo federal, será alvo de “diálogo constante” com produtores gaúchos. O presidente da Farsul, Gedeão Pereira, disse que “temos o produto [arroz] e vamos entregá-lo, sim”.








Fonte: Correio do Povo

Foto: Divulgação/Fetag-RS

Comments


bottom of page