Outono deve ter dias agradáveis com temperaturas próximas do normal


O outono iniciou às 12h33 deste domingo, 20, com o equinócio, caracteriza-se como uma estação de transição do calor do verão para o frio do inverno. A estação começa com o Oceano Pacífico ainda com a presença do fenômeno La Niña.


A Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos (NOAA) projeta a continuidade do fenômeno que perduraria ao menos até o inverno com 53% de probabilidade de La Niña no trimestre de junho a agosto.


O outono marca a expectativa pela chegada do frio, mas o começo da estação normalmente ainda tem características térmicas por vezes de verão. A chegada do outono não significa que o calor fica para trás, adverte a MetSul.


Alguns dias quentes são normais em abril e maio e devem ocorrer agora em 2022. Mesmo em junho podem ser esperados alguns dias quentes para os padrões da estação e deve ser o caso também desse ano. Quando há período quente mais prolongado após dias frios há a ocorrência do chamado veranico, mas ele não ocorre todos os anos em maio.


A MetSul espera um outono com predomínio de dias agradáveis com temperatura próxima das médias históricas na maior parte da estação. Os episódios de frio tendem a ser mais pontuais, eventualmente fortes.


Uma vez que a estação transcorrerá com La Niña, a possibilidade de episódio de frio intenso mais cedo aumenta. Mesmo a neve é um fenômeno que não se pode afastar que ocorra mais cedo em 2022, a despeito de somente em curtíssimo prazo ser possível prever. A tendência, entretanto, é que não ocorra frio persistente ou prolongado em grande parte deste outono.


O outono, em regra, possui três períodos. No primeiro, até o fim da primeira quinzena de abril, costumam prevalecer as marcas mais elevadas nos termômetros com períodos esporádicos de calor mais forte.


Na segunda metade de abril se dá o segundo, quando a freqüência de dias amenos ou frios aumenta e já podem ocorrer, dependendo do ano, até algumas noites com geada. Este período perdura até a metade de maio, quando tem início o terceiro com características climáticas já próximas daquelas observadas no inverno.


Chuva para a estação

Quanto à chuva, observam os meteorologistas da MetSul, a expectativa é que o outono deste ano seja marcado por precipitações abaixo da média na maior parte da estação, o que fará com que o déficit hídrico acumulado nos últimos meses não seja recuperado e possa mesmo se agravar.


O fato de, no geral, não se esperar uma estação chuvosa não significa, contudo, que esteja afastado o risco de episódios pontuais de chuva volumosa e excessiva com altos acumulados, mas em curto período. Episódios mais localizados ou regionais de chuva volumosa devem ser esperados, entretanto serão pontuais.



Fonte: MetSul

Foto: Eloana Antinolfi/ArquivoMetSul