top of page

Palmitinhenses mostram sua característica com inúmeras ações de solidariedade


Característica marcante da população palmitinhense, a solidariedade novamente foi aflorada após o desastre climático que afetou milhares de famílias em cidades gaúchas.


Logo nos primeiros dias da tragédia, diversas iniciativas surgiam das mais diversas formas para auxiliar no atendimento as famílias. Empresas, entidades, grupos de amigos e ações individuais se juntaram as iniciativas do Poder Público para recolher donativos a fim de auxiliar as famílias atingidas. Já na primeira semana foi encaminhada uma carga com alimentos, água potável, roupas, materiais de limpeza, roupas de cama, entre outros itens, para a Região do Vale do Taquari, onde residem inúmeros palmitinhenses.


Uma das ações mais marcantes surgiu da parceria entre a Prefeitura Municipal e a Associação dos Suinocultores(ASPAL), com o envio de um caminhão pipa para transportar água potável para famílias alojadas em abrigos na região de Canoas, umas das mais atingidas pelo desastre. O caminhão com dois servidores foi cedido pelo município, enquanto que a Aspal custeou todo o combustível gasto durante a operação que durou mais de duas semanas. – Quando passamos por uma estiagem em Palmitinho, esse veículo auxiliou os nossos suinocultores e agora nossa diretoria decidiu destinar os valores da última LeitaoFest para o envio do caminhão a fim auxiliar as famílias que sofrem com as enchentes, destaca o Presidente da Aspal, Luciano Dallasta.


Outra ação ocorreu no último sábado, 25 de maio, quando um grupo de 10 palmitinhenses se juntou a uma caravana da região e esteve no município de Muçum, no Vale do Taquari, auxiliando no trabalho de limpeza da cidade e levando doações aos atingidos. A iniciativa surgiu do casal Gustavo Marcos Cardoso, Enfermeiro da Unidade Básica de Saúde de Palmitinho, e sua esposa, Leidiane Cristina Barella, e contou com o engajamento de dezenas de voluntários. - A ideia surgiu ao ver a necessidade das pessoas da cidade de Muçum em voltar para suas casas, e nós aqui tão longe e estar de certa forma de mãos atadas, ai resolvemos nos mobilizar. Olhamos várias pessoas publicando nas redes sociais as ações que estavam sendo feitas e decidimos fazer aqui. No início achamos que não iríamos conseguir, mas durante a semana conseguimos várias pessoas, ajuda financeira e doações, descreve o casal.


A iniciativa do casal, que reside em Tenente Portela, logo ganhou o apoio da Secretaria de Saúde de Palmitinho, do Município de Tenente Portela e dos CTGs de Palmitinho e Tenente Portela, que auxiliaram com recursos financeiros para o transporte até Muçum, além de doações. Um pix solidário também foi criado para comprar donativos, materiais de limpeza e cobrir outros custos da viagem que contou com 37 voluntários, oriundos dos municípios de: Tenente Portela, Palmitinho, Braga, Redentora e Frederico Westphalen.


A Secretária Municipal da Saúde de Palmitinho, Inês Maria Albarello, auxiliou no trabalho para arrecadar alimentação, doações e equipamentos para o trabalho. – O grupo levou todo o material e ferramentas necessárias para auxiliar na limpeza, sendo que após um dia de intenso trabalho esses materiais foram doados para auxiliar na sequência da limpeza. Agradecemos ao grupo de pessoas que atendeu o nosso chamado e colaborou com esse trabalho voluntário, destaca a Secretária da Saúde de Palmitinho, Inês Maria Albarello.

 

 

 







Fotos: Divulgação

댓글


bottom of page