Pico da inflação em 12 meses deve ocorrer em abril, diz Banco Central


O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, voltou a prever nesta quarta-feira (23) que o pico da inflação em 12 meses ocorrerá em abril deste ano, com o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) voltando a recuar a partir de então.

De acordo com os analistas de mercado ouvidos semanalmente pelo BC no Boletim Focus, a inflação deve ter alta de 0,99% em março e 0,88% em abril. Para maio, porém, os economistas esperam uma deflação de 0,2%.

Campos Neto enfatizou que o Brasil tem se diferenciado de outros países no combate à inflação, com um movimento mais forte de aperto monetário. Na semana passada, o Copom (Comitê de Política Monetária) elevou a Selic (a taxa básica de juros) em 1 ponto porcentual, para 11,75% ao ano e indicou uma nova alta de mesma magnitude na reunião de maio.

Na véspera da divulgação do RTI (Relatório Trimestral de Inflação) com novas projeções do BC para o PIB (Produto Interno Bruto) deste ano, Campos Neto adiantou que a instituição está com um número melhor que o do mercado para a atividade. No último Focus, os analistas projetaram um crescimento de 0,5% em 2022.







Fonte: Correio do Povo