top of page

RS vive nestes dias o pior desastre de sua história, diz governador



O Rio Grande do Sul vive nestes dias o pior desastre de sua história, afirma o governador Eduardo Leite, em relação aos estragos causados pelas fortes chuvas desde as primeiras horas dessa terça-feira. “Infelizmente será o maior desastre que o nosso Estado terá enfrentado, maior do que o que nós assistimos no ano passado. Estamos vivendo um momento muito crítico.”


O governador Eduardo Leite participou de entrevista coletiva sobre os estragos causados pelas chuvas, na tarde desta quarta-feira, 1º, na sede da Defesa Civil estadual. O Rio Grande do Sul contabiliza 10 pessoas mortas e 21 desaparecidas, em função das chuvas. São 107 municípios e 19.110 pessoas afetadas. Mais de 4,3 mil pessoas estão fora de suas casas.


Leite lamentou as dez mortes registradas até o momento e afirmou que “infelizmente esse número deve aumentar muito. Os números são imprecisos, porque vão aumenta muito.” O governador afirmou que foram realizados mais de 900 resgates e que há grande dificuldade em realizar esse trabalho.


O governador destacou que a crise está em curso, que ainda chove muito nas regiões mais críticas e ainda vai chover ao longo de quinta e sexta-feira.


O governo do Estado descentralizou a gestão da crise. O vice-governador Gabriel Souza ficará em Santa Cruz do Sul e o chefe da Casa Civil, Arthur Lemos, ficará em Bento Gonçalves.








Fonte: Correio do Povo

Foto: Divulgação/Palácio Portatini

Comments


bottom of page