top of page

Vai a Júri acusada de tentativa de homicídio contra Prefeito de Palmitinho


Iniciou na manhã desta segunda-feira(03), no tribunal popular do Júri de Frederico Westphalen, o julgamento de Lucinda Canofre de Campos, 36 anos, ré no processo de tentativa de homicídio contra o Prefeito de Palmitinho Caetano Albarello (PDT).


O crime ocorreu em 22 de novembro de 2021 quando, segundo o inquérito policial, Lucinda invadiu o gabinete do gestor, e o agrediu com golpes de arma branca, causando ferimentos na altura do abdômen. Conforme denúncia, à motivação para o crime seria a presença de funcionários públicos para medição de terrenos nas propriedades onde residia a acusada.


A ré deve ser defendida por um Advogado dativo, diferente do constituído, é aquele nomeado pelo juiz para atuar na defesa de pessoas hipossuficientes quando não há um membro da defensoria pública na comarca. Já o advogado do Prefeito será Waldriano Gemelli.


Durante a sessão, o trabalho do Ministério Público será de convencer o júri da culpabilidade da ré perante os fatos com duas qualificadoras; motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima.


Apesar dos ferimentos causados pelos golpes, o Prefeito Municipal recuperou-se após passar por cirurgia que constatou que os golpes não afetaram órgãos vitais da vítima.







Foto: Divulgação

Commentaires


bottom of page